Quem Somos

O Meliponário Rei da Mandaçaia é um empreendimento familiar especializado na criação, conservação e manejo de Abelhas Sociais Sem Ferrão de ocorrência natural no estado da Bahia, estamos a mais de 20 anos criando, multiplicando e contribuído para preservação destes pequenos magníficos animais. O nosso empreendimento é cadastrado no IBAMA CTF: 1681253, no Site é possível encontrar fotos da produção e muitas informações a cerca desta atividade, nosso meliponário principal está situado no Distrito de Hidrolândia - Uibaí e em Cruz das Almas no Recôncavo da Bahia.

Responsável Técnico: Engenheiro Agrônomo/Mestre em Ciências Agrárias, Márcio Pires de Oliveira / CREA/BA40051 Email: meliponarioreidamandacaia@hotmail.com


sexta-feira, 13 de outubro de 2017

Novo Modelo de Colméia Racional para Abelhas Mandaçaias

Com a difusão da qualidade dos produtos das abelhas sociais sem ferrão (ASSF), houve um aumento na demanda por esses produtos o que resultou na busca de formas mais eficientes de manejo das colméias, surgindo então às caixas rústicas ou caixotes, posteriormente evoluíram até às colméias racionais que apresentam a vantagem de facilitar o manejo a coleta dos produtos e principalmente a multiplicação dos enxames.
Existem vários modelos de colméias racionais, utilizados por diferentes meliponicultores e para diversas espécies de abelhas sem ferrão, considerando vários fatores como a praticidade para divisão das colônias, alimentação artificial e higiene. São muito utilizados e difundidos os modelos Paulo Nogueira Neto (PNN) e Fernando Oliveira (INPA) sendo esta última acredito, a mais adequada e  utilizadas para diversas espécies, somente variando as suas medidas, no entanto, para o "caso especifico" das abelhas criadas no Sertão Nordestino à exemplo das Mandaçaias Melipona mandacaia Smith. e Melipona quadrifasciata anthidioides, onde essas especies passam por um logo período de  seca e de escassez de alimento, e à depender do manejo e tempo despendido pelo criador no cuidado durante esse período critico, pode ocorrer uma grande perda de enxames por inanição, pois, esses não conseguem armazenar alimentos suficientes para a extração pelo produtor e para o próprio sustento do enxame, fazendo se necessariedade de se fazer a alimentação artificial e perda de tempo para colheitas sucessivas no pouco volume das melgueiras colmeias em questão.
Durante essa última seca de 2016/2017 a maior ocorrida na Bahia nos últimos 100 anos, a perda de enxames em colmeias de outros a exemplo da colmeia  INPA, me motivou a busca por um modelo de colméia que juntasse a comodidade e adaptação das colmeias modelo nordestino com a praticidade e facilidade de manejo das colmeias modulares INPA e PNN, nessa busca consegui chegar a colméia que batizei de colméia Modelo RM), com as dimensões mais adequadas para as abelhas mandaçaias e acredito também, para a abelha jandaíra,  esse novo modelo de colméia é de fácil construção, as melgueiras destacáveis facilitam a colheita do mel sem destruir e sobrepor os potes de mel, sem contar a ótima adaptação, já testada e observada por mim em alguns anos de observações e comparações, para utilização com outras especies se faz necessário o estudo das dimensões que elas mais se adaptem.







4 comentários:

  1. Olá. Aqui no Vale do Ribeira por hobby tenho minhas tuvunas, jatais, mandoros, madaçaias, mirins ( 40 cxs ao todo) e uso caixas tradicionais que complicam a extração do mel. Vou testar este seu modelo com outras espécies, principalmente as numerosas e produtivas tuvunas...

    ResponderExcluir
  2. Estou muito interessado em ampliar meus conhecimentos sobre meliponídeos, contudo moro em Curitiba, aqui é outro bioma e outra fauna. Creio que preciso pesquisar mais modelos de caixas para as nossas abelhas nativas, principalmente devido nosso inverno rigoroso do sul.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Inácio
      Eu aconselho se informar sobre espécies de abelhas, pois há pequenas adaptações que cada espécie prefere. Não compartilho da tese de que há uma caixa universal para tantas e distintas espécies de nosso território.

      Excluir
  3. Oi bom dia. Poderia me dizer se o fundo da caixa é pregado com o ninho e a melgueira de baixo. desde já, obrigado.

    ResponderExcluir