Quem Somos

O Meliponário Rei da Mandaçaia é um empreendimento familiar especializado na criação, conservação e manejo de Abelhas Sociais Sem Ferrão de ocorrência natural no estado da Bahia, estamos a mais de 20 anos criando, multiplicando e contribuído para preservação destes pequenos magníficos animais. O nosso empreendimento é cadastrado no IBAMA CTF: 1681253, no Site é possível encontrar fotos da produção e muitas informações a cerca desta atividade, nosso meliponário principal está situado no Distrito de Hidrolândia - Uibaí e em Cruz das Almas no Recôncavo da Bahia.

Responsável Técnico: Engenheiro Agrônomo/Mestre em Ciências Agrárias, Márcio Pires de Oliveira / CREA/BA40051 Email: meliponarioreidamandacaia@hotmail.com

Visite nossa lojinha virtual no endereço:

http://www.lojareidamandacaia.com.br/

domingo, 27 de fevereiro de 2011

CUPIRA (Partamona cupira)



São abelhas que foram pouco estudadas. Porém as espécies de abelhas do gênero Partamona têm como estratégia de nidificação na caatinga utilizar cavidades pré-existentes que consistem em ocos abertos em cupinzeiros arbóreos pelo periquito jandaia (Aratinga cactorum), para reprodução. Após o nascimento dos filhotes, o oco é abandonado e em seguida uma colônia de abelhas do gênero Partamona constrói ali o seu ninho, ocupando-o e isolando-o com geoprópolis, sendo freqüente a ocupação destes ocos por outros inquilinos. Por ter esse hábito de nidificação, ainda não é muito conhecido o comportamento desta espécie em colméias racionais, porém em teste no meliponário no DTCS/UNEB observamos como exemplo dois enxames que estão em pleno desenvolvimento em colméia racional tipo INPA.

Foto 1 –www.ib.usp.br, Foto 2 –Márcio Pires, Foto 3 -Márcio Pires , Foto 4 -Paulo Romero

7 comentários:

  1. Olá Márcio,

    boa postagem.
    Eu crio a espécie de cupira(partamona seridoensis),em caixas racionais e já à alguns anos que venho fazendo algumas experiências com essa espécie.

    Eu discordo da tese,que ela ocupa o espaço deixado pela jandaia(gangarro),pois já encontrei vários ninhos de cupira,onde nunca existiu ninho de jandaia;digo isso e tenho certeza,pois esses cupinzeiros estavam,e alguns ainda estão,próximos a casa de meus pais,em cercas,etc.Portanto,mesmo sem ter nenhuma pesquisa científica que possa provar essa tese,(ainda)eu não tenho dúvidas que quem faz,a cavidade dos ninhos,são as próprias abelhas...

    Tem um amigo meu,de Campina Grande,que está concluindo um mestrado,e vai lá no nosso sítio,estudar essas aabelhas...,mas já o convenci,e provei, que essa tesa das jandaias,não se confirma.

    Abraço.
    Paulo Romero.
    Meliponário Braz.

    ResponderExcluir
  2. Caro Paulo Romero, sabemos que este gênero de abelhas é pouco estudado, porém o meu texto é baseado em em trabalho científico que afirma isso, porém todo estudo é falho mesmo a estatística afirmando o contrario!
    O trabalho é este:

    http://www.scielo.br/pdf/bn/v7n1/11.pdf

    Obrigado pelo comentário UGA!

    ResponderExcluir
  3. muito bom seu trabalho com as partamonas drº marcio, no entanto eu também crio essas especies e são totalmentes adaptaveis em caixas racionais.
    quanto a questão de nidificação da especie, eu também tinha total certeza de que elas ocupavam o ninho abandonado desses psitacideos, muito bom a descoberta do amigo paulo romero!

    ResponderExcluir
  4. Gostaria de saber as medidas para a caixa racional para cupiras

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá. Eu utilizei uma caixa no modelo INPA, medindo 20 x 20 cm internamente, com 10 cm de altura, cada módulo. Porém, pude notar que a caixa ficou muito grande para elas. Aconselho usar 15 x 15 x 6 cm cada módulo. Se adaptaram muito bem a caixa racional.
      E sobre os ninhos feitos em ninhos abandonados de periquito, o enxame que eu resgatei e crio há uns 4 meses, estava num cupim de solo, sem nenhuma evidência de nidificação de periquitos, pois não havia nenhuma entrada com tamanho suficiente para isso. Estavam bem no centro do cupim, pouca reserva de alimentos, muitos indivíduos, e bem defensivas. Partamona Cupira, ou cupira preta, é a minha colméia.
      Abraços.

      Excluir
  5. Olá pessoal
    E o que vocês me dizem de um tronco de eucalipto com um cupinzeiro grande e bem embaixo próximo do solo, é bem preta, muito mansa, parece muito com o arapuá, já encontrei três, dois em troncos de eucalíptos com a entrada bem próxima do solo e um no tronco de uma arvore nativa viva, não quis mexer na árvore.
    Sabem qual abelha é e se poço colocá-las na caixa?

    No meu canal no youtube tem um video.

    ResponderExcluir
  6. Tirando uma abelha cupira e encontrei com uma abelha grande, mas nao preta e rodeada de abelha com faixas brancas atrás. Fiquei em duvida. Mas todas se alojaram juntos das pretas.

    ResponderExcluir