Quem Somos

O Meliponário Rei da Mandaçaia é um empreendimento familiar especializado na criação, conservação e manejo de Abelhas Sociais Sem Ferrão de ocorrência natural no estado da Bahia, estamos a mais de 20 anos criando, multiplicando e contribuído para preservação destes pequenos magníficos animais. O nosso empreendimento é cadastrado no IBAMA CTF: 1681253, no Site é possível encontrar fotos da produção e muitas informações a cerca desta atividade, nosso meliponário principal está situado no Distrito de Hidrolândia - Uibaí e em Cruz das Almas no Recôncavo da Bahia.

Responsável Técnico: Engenheiro Agrônomo/Mestre em Ciências Agrárias, Márcio Pires de Oliveira / CREA/BA40051 Email: meliponarioreidamandacaia@hotmail.com


quinta-feira, 9 de maio de 2013

URUÇÚ VERDADEIRA LINHAGEM DO INTERIOR DA BAHIA

A algum tempo venho selecionando uma linhagem de Uruçú Verdadeira que ocorre no Interior da Bahia, apesar de ser a mesma especie Melipona scutellaris  apresentam algumas diferencas na coloração dos pelos do tórax que são mais para amareladas essa linhagem  ocorre principalmente na Chapada Diamantina e em matas de galeria pelo interior, a minha finalidade principal e a de selecionar uma linhagem resistente ao calor e baixos índices de umidade de outras regiões daqui da Bahia e do Brasil, porém encontrar esses enxames não é fácil geralmente em comunidades distantes, isoladas e tradicionais como nessa situação de dois enxames que localizei em uma comunidade na região de Senhor do Bonfim mais precisamente na cidade nas grotas de sera de Antônio Gonçalves, herança de família de um senhor que deixou para filha,  Apesar de ser localizada no Sertão baiano é uma região de serras matas de galeria onde o micro clima favoreceu o desenvolvimento de muitas plantas de ocorrência na mata atlântica no verão as temperaturas são muito altas e favoreceu uma adaptação natural dessas abelhas ao clima quente e seco, na malta atlântica a umidade relativa é muito alta fato que não ocorre por aqui, logo quando cheguei na comunidade em  frente a uma escolinha tinha uma arvore de Pau Brasil florida, consegui identificar cerca de sete espécie de abelhas sem ferrão, entre elas as que fui atrás as Uruçús, geneticamente creio eu que a maioria do enxames pelo Brasil vieram principalmente da Bahia e de poucos meliponários,  então com certeza com genética muito próxima, minha intenção é formar enxames geneticamente superiores, diferente e adaptados já que estou criando esses  em Senhor do Bonfim norte da Bahia com um isolamento médio de cerca de 450 km das suas irmãs do  litoral.
Pau Brasil "Caesalpinia echinata" em floração
Encontrei cerca de 7 especies de abelhas sociais sem ferrão nessa arvore
Abelha Iraí Nannotrigona testaceicornis



apis e outras.
Bela vespa de um vermelho vivo e asas transparentes.










Arvore de imburana de cheiro abrigava 3 ninhos da Abelha Iraí "Nannotrigona testaceicornis".



Troco com ninho de abelha Melipona scutellaris  herança do pai da proprietariada deve tá aí a mais de 20 anos


O local sofreu muito com a introdução de gado bovino, muito se tirou da paisagem original, porém ainda  muito bonito




Galinheiro custo zero.
Ninho de Jataí entrada no cano de pvc
Ninho de Jataí logo abaixo a cerca de 1m do que está no cano
Tubo de entada da abelha Iraí
Aqui no Sertão o melhor amigo do homem do campo depois do jumento é o cachorro.
Outro belo Jumento de montaria.
A comunidade já produziu muito cafe antes da criação de gado. 
Pau Brasil  florido e o BEEMÓVEL.


Fotos: Márcio Pires