Quem Somos

O Meliponário Rei da Mandaçaia é um empreendimento familiar especializado na criação, conservação e manejo de Abelhas Sociais Sem Ferrão de ocorrência natural no estado da Bahia, estamos a mais de 20 anos criando, multiplicando e contribuído para preservação destes pequenos magníficos animais. O nosso empreendimento é cadastrado no IBAMA CTF: 1681253, no Site é possível encontrar fotos da produção e muitas informações a cerca desta atividade, nosso meliponário principal está situado no Distrito de Hidrolândia - Uibaí e em Cruz das Almas no Recôncavo da Bahia.

Responsável Técnico: Engenheiro Agrônomo/Mestre em Ciências Agrárias, Márcio Pires de Oliveira / CREA/BA40051 Email: meliponarioreidamandacaia@hotmail.com

Visite nossa lojinha virtual no endereço:

http://www.lojareidamandacaia.com.br/

domingo, 25 de novembro de 2012

MELIPONICULTORES EM AÇÃO


Preocupação ambiental leva José Bastos da Silva Nery à final do Prêmio Servidor Cidadão 2012, ficou em 4° lugar, no video abaixo podemos observar o projeto em ação onde juntamente com sua mae e outros Meliponicultores como o meu grande amigo meliponicultor Antônio Dias do Meliponário do Tonho, onde promovem um belo trabalho de preservação da Caatinga no Território de Irecê na Bahia.
 

A preocupação com o meio ambiente levou o servidor da Secretaria da Segurança Pública José Bastos da Silva Nery a desenvolver o projeto Banco de sementes de plantas nativas da caatinga. Com a iniciativa, Nery é um dos 10 finalistas do Prêmio Servidor Cidadão 2012.
O Prêmio Servidor Cidadão oferece, ao todo, R$ 42 mil em prêmios. São R$ 10 mil para o primeiro lugar, R$ 7 mil para o segundo, R$ 5 mil para o terceiro, R$ 3 mil para o quarto e R$ 2 mil para o quinto. As menções honrosas, do sexto ao décimo, recebem R$ 1 mil cada. Além disso, há um prêmio especial de R$ 10 mil adicionais para um dos projetos selecionados entre os cinco primeiros.
A ação de José Bastos Nery objetiva a coleta, conservação e troca de sementes de plantas nativas da caatinga para serem distribuídas para pequenos produtores rurais, estudantes e produtores de mudas em geral. A iniciativa visa à recomposição da mata nativa mediante o engajamento de pessoas no processo. O trabalho também contribui para o desenvolvimento sustentável e educação ambiental.

Fonte:Portal do servidor do Estado da bahia

Nenhum comentário:

Postar um comentário