Quem Somos

O Meliponário Rei da Mandaçaia é um empreendimento familiar especializado na criação, conservação e manejo de Abelhas Sociais Sem Ferrão de ocorrência natural no estado da Bahia, estamos a mais de 20 anos criando, multiplicando e contribuído para preservação destes pequenos magníficos animais. O nosso empreendimento é cadastrado no IBAMA CTF: 1681253, no Site é possível encontrar fotos da produção e muitas informações a cerca desta atividade, nosso meliponário principal está situado no Distrito de Hidrolândia - Uibaí e em Cruz das Almas no Recôncavo da Bahia.

Responsável Técnico: Engenheiro Agrônomo/Mestre em Ciências Agrárias, Márcio Pires de Oliveira / CREA/BA40051 Email: meliponarioreidamandacaia@hotmail.com


terça-feira, 22 de fevereiro de 2011

MANDAÇAIA (Melipona mandacaia Smith)

É uma abelha de cor negra, tendo em seu abdômen quatro listras amarelas brilhantes transversais nos tergitos. É uma abelha robusta e o seu tamanho varia entre 8 mm a 12 mm, considerada espécie que habita as regiões semi-áridas do Estado da Bahia, nidifica preferencialmente em cavidades presentes em troncos de árvores. A entrada da colônia desta espécie é confeccionada com barro e própolis (geoprópolis), formando um orifício central circundado por raias convergentes, pouco pronunciadas, encravada no tronco da árvore,No semi-árido nordestino a abelha Melipona é considerada um animal de convivência permanente, sendo uma das poucas espécies utilizadas pelos produtores rurais para agregar valor e renda. Esta espécie é estabelecida em habitat onde a sobrevivência é afetada por condições ecológicas adversas e fatores antrópicos, que provocam o desaparecimento de espécies vegetais utilizadas para estabelecimento de seus ninhos, contribuindo para uma redução significativa na abundância de colônias desta espécie. Na natureza a Mandaçaia pode produzir de 1,5 a 2,0 litros de mel em épocas de boa florada podeno aumentar esta produção se criada mais racionalmente.

Foto 1 –Márcio Pires, Foto 2 –Márcio Pires, Foto 3 –Márcio Pires, Foto 4 - Marcos Aurélio